Avançar para o conteúdo principal

Mau perder/mau ganhar

Meus amigos!

Esta semana fiquei chocado com a forma como as pessoas andam super agressivas e competitivas, hoje em dia ninguém aceita perder a nada, seja no trabalho, na vida pessoal, até no transito!?!? Uma ultrapassagem mais brusca e já temos o buzinão ou pior a tentativa logo a seguir de ser ultrapassado enfim... assustador.

Mas o que me levou mesmo a pensar nisto foi o facto de ver tantos benfiquistas com mau ganhar, ou ainda pior, ver tantos portistas com mau perder, deixem lá isso, quem marca mais golos ganha jogos, quem ganha jogos ganha o campeonato, não jogamos bem, não ganhamos.

É óbvio que em publico nunca irei admitir que a possível vitória do campeonato pelo Benfica foi merecida... isso era too much, (ainda por cima, porque até será merecida, caso ganhem claro), mas pelo menos temos que ser capazes de ver quando não fomos melhores e convenhamos que não fomos mesmo.

Acho que o mundo está a ficar demasiado competitivo e ganhar justifica todas as acções que se tome a seguir, sejam elas boas ou más. Posso até não ser a pessoa ideal para criticar mau perder, mas pelo menos traço a linha aí, no momento antes de-se-começar-a-fazer-coisas-más-só-para-ganhar.

Mas enfim mau perder e mau ganhar tem outras vertentes com muito mais piada... (ou não, lol) no outro dia assisti a uma conversa que seguramente todos já assistimos no passado, pessoas que se tornam competitivas até nas desgraças... quem teve a desgraça maior:

Competitivo 1 - "Ahh tive um acidente e bati com o carro"
Competitivo 2 - "Só isso!? eu bati, capotei o carro e parti 4 ossos!!"
Competitivo 3 - "Só isso!? eu mandei um carro para a sucata a 220km/h e as duas pessoas que estavam comigo foram para o hospital com fracturas expostas e eu fiquei de coma!"

O ridículo destas conversas chega a ser tal que não consigo evitar um revirar dos olhos e suspirar e

"ahhh só isso eu tive um acidente de mota e voei por cima de uma pickup e parti o fémur!"

mas não costumo ganhar... :-(

pronto... não que eu tenha qualquer moral para criticar, mas pelo menos o meu espírito competitivo só "liga" quando efectivamente existe uma competição envolvida... euh... talvez... hummm.. Ok um exemplo: eu aposto que ninguém me censura por ter amuado quando perdi a jogar wii contra o meu vizinho de 9 anos, foi uma competição "normal", ele só não precisava de ter ganho 10 vezes consecutivas e em cada uma delas gritar.

"GANHEIIII!!!! GANHEIIII!!! GANHEIIII!!!

Achei que foi rude por parte dele, e como ele não parava de ganhar tive que desligar a wii e dizer-lhe que ele tinha que ir para casa fazer os trabalhos de casa...

Enfim mau perder é lixado... Have a good reading and a good life ;-)

Comentários

  1. Também conheço histórias de mau perder com bancos... mas essa fica para outro dia!!!

    ResponderEliminar
  2. Olha, eu tambem não tenho maus perder. Mas ultimamenete tenho tido muita vontade de malhar em vermelhos. É normal, é desportivo...não é mau perder.

    ResponderEliminar
  3. lol... Não se perde nada em ter fair-play!!! Bem, às x, perde-se um pouco a paciência (",)

    ResponderEliminar
  4. O mau perder é directamente proporcional à competitividade envolvida...admiro e gosto de uma competição, e consequentemente um certo mau perder e mau ganhar, mas não na medida do "tudo vale"!E mal por mal, é muito mias facil controlar o mau ganhar que o mau perder!!!hihihihihi

    ResponderEliminar
  5. Gostava mesmo muito, de comemorar a conquista do campeonato pelo... BRAGA... is ser bonito, ver o mau ganhar alterar instantaneamente em mau perder... hehehe!!!! Isso era mesmo LINDOOOOOOOOOOOOOO!!!!!!

    ResponderEliminar
  6. Depois do fantástico jogo de Domingo, falar de mau ganhar e mau perder ganha outra dimensão... eu sou uma mulher feliz, e passei a ser também do Rio Ave desde pequenina... :D

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Pablo el mexicano

Bom dia meus amigos,
Já não vos escrevia há imenso tempo e hoje apeteceu-me. Esta cronica vai parecer um relato... mas enfim foi para o que me deu para escrever.
Como sabem vim trabalhar uns tempos para o México e, à semelhança de outras viagens, esta têm me feito aprender imenso, rir imenso e... enfim... ter muitas saudades do meu cantinho à beira mar plantado.
Mas não é de coisas tristes que vos venho falar, o Fado deixo-o em Portugal que está muito bem! Quero sim deixar-vos algumas dicas de quem ainda tem imenso a aprender sobre "DF" (nome cool para chamar à cidade do México), mas que nestes dias já aprendeu umas coisitas!
A cidade é rica em extremos, de tal forma que para um europeu pode parecer muito estranho, por exemplo temos pessoas cuja função é só arrumar carros... e não.. não é tipo os nossos que pedem moedinha... quer dizer, até pedem... mas aqui é mais chique e chamam-lhe de "propina". Bem, pensando bem, não é um bom exemplo, vou antes falar-vos do se…

Os enormes.

Bom dia meus amigos,
Tenho que revelar-vos um segredo bem guardado... Os meus amigos são ENORMES.
Sério que sim! Ora isto pode parecer um conceito estranho para os comuns mortais, mas é a mais pura verdade.
Aos fins de semana os meus enormes e estratosféricos amigos descem à terra e assumem uma aparência (na medida do possível) terrena, passando algumas horas de salutar convívio no meio dos terráqueos, sem que estes, coitados, saibam que estão na presenta de seres tão colossais.

Não pensem no entanto que estamos cá à muito tempo, estas descidas à terra são relativamente recentes: primeiro porque só descobrimos este pequeno paraíso inter-galáctico à pouco tempo e depois porque (e isto pode parecer estranho de acordo com a vossa escala, mas) aterrar em algo tão pequeno como a terra não é nada fácil. Podem parecer naturais, mas aquelas crateras lunares foram algumas das nossas tentativas falhadas. E pouca gente sabe disto mas a terra tinha 3 luas... duas delas foram parar "…